quinta, 17 de agosto de 2017

PUBLICIDADE Franquia Oral Sin
Franquia gringa quer voltar para o Brasil

Franquia gringa quer voltar para o Brasil

25, ago 2016

Rede de franquias norte-americana que presta consultoria em comunicação visual em diversos meios e tecnologias está em busca de investidores

Após forte reformulação do conceito da marca, redesenho do negócio, alcançar mais de 600 unidades em nove países e dar um upgrade na imagem de ser “uma empresa produtora de banners”, a Fast Signs, rede de franquias norte-americana que presta consultoria em comunicação visual em diversos meios e tecnologia, anunciou o interesse em regressar ao mercado nacional depois de quase uma década fora do Brasil.

O novo momento é marcado pela contratação consultoria brasileira Global Franchise, que será responsável por negociar com os investidores. “É uma tradicional marca com uma nova roupagem, muito mais robusta. Em 2009, a nova CEO da rede, Catherine Monson revolucionou o negócio. Ela implementou novos serviços e tornou a Fast Signs em uma consultoria em comunicação visual – analógica e digital, incluindo interativa – capaz de oferecer os melhores caminhos e soluções aos clientes. Certamente tem tudo para ganhar espaço no Brasil”, prevê Mauro.

PUBLICIDADE

Sendo assim, para iniciar as operações em terras brasileiras, a marca está em busca de um máster franqueado – principalmente no estado de São Paulo. A taxa estipulada para este tipo de negócio é de 350 mil dólares, mas pode haver reajuste de acordo com o território a ser desenvolvido.

Diferentes modelos

A Fast Signs oferece três formatos: Full Service Center (de 130m² a 150m²), que requer investimento de 350 a 500 mil reais; Unidade Satélite e Store in Store(de 80m² a 120m²), que exigem investimento entre 200 e 300 mil reais. “Nesses valores estão incluídas a taxa de franquia, capital de giro e todos os demais custos necessários para montar uma unidade”, explica. Mauro também adianta que no Brasil é possível montar uma unidade Fast Signs a cada 5 mil empresas. Ressalta-se que para as unidades franqueadas, a taxa de franquia inicial será fixada futuramente e pode variar de acordo com cada modelo de negócio. O certo é que o franqueado máster deverá enviar 7,5 mil dólares por cada franquia comercializada.

Desde a mudança no posicionamento da marca, houve um aumento acima de 50% na rentabilidade das lojas franqueadas, proporcionando um lucro médio superior a 13%. Segundo Paulo Cesar Mauro, entre os principais atrativos da franquia estão o número reduzido de funcionários, o foco em B2B, o não funcionamento aos fins de semana e as margens bastante satisfatórias.

Visita ao Brasil

O diretor internacional da Fast Signs, Mark Jameson, estará no Brasil entre os dias 21 e 23 de setembro para entrevistar possíveis candidatos à máster franquia no país.



PUBLICIDADE


Franquia gringa quer voltar para o Brasil
Avaliação

Copyright © TOP Franquias - 2017 - Todos os direitos reservados.
Algumas imagens podem ser marcas registradas dos seus respectivos proprietários.
Termos de uso e responsabilidade