quinta, 17 de agosto de 2017

PUBLICIDADE Master House TOP Banner 2
Grupo E-Lar projeta fisgar 15 novos franqueados até o fim do ano

Grupo E-Lar projeta fisgar 15 novos franqueados até o fim do ano

27, jun 2016

Situada na região do Grande ABC, empresa oferece mão de obra qualificada para manutenção e reparos em residência, condomínios e empresas, e quer engordar a receita em mais de R$ 2,8 milhões este ano e fechar 15 novas franquias e 2 filiais próprias

Embora o brasileiro esteja receoso em gastar dinheiro diante de uma economia estável e em crise, a reforma domiciliar continua sendo uma das prioridades seja para valorizar o imóvel ou investimento. De acordo com dados da Anamaco o faturamento das lojas de material de construção subiu 4,6% no primeiro trimestre em relação a igual período de 2014.

Já as vendas de louças sanitárias registraram 6%; revestimentos cerâmicos, portas e janelas de alumínio, 3%; tintas, 2% e metais sanitários com 1%. Segundo estimativas da FGV (Fundação Getúlio Vargas), o faturamento do varejo de material de construção em 2014 teria sido de R$ 80 bilhões. 

PUBLICIDADE

Outro fator importante é que, com a crise, as chances de empreender aumentam consideravelmente já que muitas pessoas se sentem ameaçadas ou perdem seus postos de trabalho. Segundo levantamento feito pelo Sebrae, o Brasil ultrapassou 5 milhões de pessoas cadastradas como microempreendedores individuais (MEI) em 2015, com faturamento de até R$ 60 mil ao ano e um funcionário. Esse aumento reflete 25% em comparação ao ano anterior.

Diante de uma demanda ávida por empreender, a Especialista do Lar, marca do Grupo E-Lar, viu uma oportunidade de crescer e criou uma metologia própria de gestão para seu modelo de franquia. A empresa, que oferece serviços voltados para manutenção e reparos em residências, condomínios e empresas, projeta fechar até o fim do ano 15 novas franquias e 2 filiais próprias, engordando a receita em mais de R$ 2,8 milhões.

Com um modelo de gestão inovador, e focado na área de construção civil, o Grupo estima dobrar o número de franqueados em dois anos e mira as regiões sudeste e sul, além de países do Mercosul. As primeiras capitais foco serão São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Brasília. A previsão de retorno financeiro para o franqueado é de 12 a 18 meses e o valor inicial de investimento é de R$ 50 mil para direito de uso de marca.

De acordo com Luciano Lugli, sócio-fundador do Grupo E-Lar, especialista em Gestão Estratégica de Negócios e Gerenciamento de Projetos, o franqueado ideal deve possuir um perfil mais gestor do que investidor. “Apesar da franquia já ter uma marca bem estabelecida e um modelo de negócios que apresenta resultados, necessita de uma boa administração para se manter de pé. Entretanto, somente uma boa gestão não será suficiente para que o negócio ganhe destaque no segmento. O franqueado bem sucedido é aquele que possui diversas características, virtudes e atributos que justificam o seu sucesso”, diz Lugli.

Consultoria de negócio – Faz parte do Grupo a E-PPM (Enterprise Project and Process Management) empresa especializada no planejamento, execução e controle de projetos, implantação de gestão estratégica, gestão de projetos e gestão por processos. Antes da abertura da franquia Especialista do Lar, o empreendedor é amparado em suas necessidades e dificuldades e participa de reuniões, além de passar por uma bateria de treinamentos com a carga horária de 48 horas. Após a abertura do negócio, todos os meses, o franqueado continua participando de reuniões junto ao grupo administrativo das franquias para avaliação de resultados e, posteriormente, treinamentos de 4 horas que incluem cursos de gestão financeira, marketing, processos, equipe, riscos, negociação, vendas e empreendedorismo.

O franqueado recebe um total de 92 horas de treinamento no primeiro ano com o objetivo de desenvolver empreendedores de sucesso e, assim, estimular o conhecimento em áreas que influenciam diretamente o resultado da franquia. A franqueadora disponibiliza ainda um especialista financeiro para apoiar a franquia no controle de fluxo de caixa, retirar dúvidas da equipe na gestão do negócio e no controle financeiro e nas finanças.

“O franqueado precisa e deve ser treinado para ter subsídios para dirigir todas as funções que requer uma empresa, a área de Marketing, Comercial, Financeiro e Operações, afinal, um empreendedor precisa conhecer bem o seu negócio e todas as áreas que compõem a estrutura empresarial, mesmo que não seja um expert no assunto precisa saber controlar bem seu negócio”, conclui.

Além disso, deve cobrar os resultados da equipe, acompanhar e controlar os custos e despesas, administrando bem o fluxo de caixa, ter indicadores de desempenho e monitorar o preço e outras atribuições. Para completar, o franqueado é também o diretor da área de Recursos Humanos, pois é responsável pelos programas de capacitação da equipe (e o seu próprio), formação de times e do ambiente de trabalho e, por fim, a comunicação, compartilhando resultados, metas e desafios.



Recomendados para Você:
PUBLICIDADE


Grupo E-Lar projeta fisgar 15 novos franqueados até o fim do ano
Avaliação

Copyright © TOP Franquias - 2017 - Todos os direitos reservados.
Algumas imagens podem ser marcas registradas dos seus respectivos proprietários.
Termos de uso e responsabilidade